21/11/2018

Novidade Editorial Presença - A Casa na Praia, de Daphne Du Maurier

A Casa na Praia
Daphne Du Maurier
Nº na Coleção: 24
Data 1ª Edição: 22/11/2018
Nº de Páginas: 352
PVP: 19,90€
 
Dick Young vive na Cornualha, em casa do seu amigo Magnus Lane, um cientista que faz investigação química na Universidade de Londres. Dick sente-se intrigado quando Magnus lhe pede que sirva de cobaia de uma nova droga que este descobriu, mas aceita participar na experiência.

A droga fá-lo viajar no tempo, transportando-o para o século XIV, no local exato onde vive: Kilmarth. A cada viagem proporcionada pela misteriosa droga, Dick vai-se envolvendo mais profundamente nos assuntos de pessoas que morreram há seiscentos anos, enredadas numa teia de amor, ciúme e intrigas.

Progressivamente, vai perdendo o controlo da sua vida o do seu próprio tempo.

Quando surge a chocante notícia de que Magnus fora assassinado quando se dirigia a Kilmarth, apenas Dick se apercebe da causa aparentemente inexplicável da morte do amigo. Mas tendo Magnus desaparecido, o que acontecerá à experiência em curso? E a Dick?

Um romance clássico notável, de um dos maiores nomes da literatura britânica.

Daphne du Maurier nasceu em Londres em 1907. Filha de atores e neta de escritor, recebeu formação escolar em casa e despois em Paris. Publicou o seu primeiro romance, The Loving Spirit, em 1931. Viria a tornar-se numa das autoras britânicas mais apreciadas de sempre, e foi com A Pousada da Jamaica (1936) e Rebecca (1938) - de longe o seu livro mais conhecido - que conquistou o seu vasto público. Muitos dos romances que escreveu são bestsellers e inspiraram filmes inesquecíveis de grande sucesso. Foi agraciada com a DBE (Dame da Ordem do Império Britânico) em 1969, e viveu, até à sua morte em 1989, na sua amada Cornualha.
Para além dos dois romances já citados, a Editorial Presença publicou igualmente A Minha Prima Raquel.

Igualmente disponíveis nesta coleção:

A Pousada da Jamaica
Rebecca
A Minha Prima Rachel

Para saber mais consulte o site da Editorial Presença aqui




 

Novidades Topseller nas livrarias

Autor bestseller internacional, com mais de 500 000 livros vendidos

Uma mulher governa sempre.
Mesmo quando está nos bastidores do trono.

Um belíssimo romance, com vislumbres da história da Europa desde o final do século XIX até meados do século XX. Acompanhando a vida de Maria Feodorovna, a mãe do último czar da Rússia, viajamos dos opulentos palácios de São Petersburgo aos campos de batalha da Primeira Guerra Mundial. Desde a corte da Rainha Vitória até à ruralidade russa dominada pelos Bolcheviques.
Depois de Alix, a sua querida irmã mais velha, ter desposado um dos príncipes de Inglaterra, Minnie percebe que terá destino semelhante. Apesar da sua relutância, casa-se com Alexandre, o herdeiro do trono dos Romanov, ascendendo a imperatriz.
Com a morte do seu marido, o filho Nicolau torna-se czar da Rússia, e, com esse poder, chegam os conflitos. A mulher de Nicolau, fortemente influenciada por Rasputine, é apenas uma das ameaças que Minnie, agora Maria Feodorovna, tem de enfrentar para proteger o seu filho e o seu império.
Quando ecos da revolução começam a chegar ao palácio, a Imperatriz Romanov prepara-se para enfrentar o seu maior desafio.

«Uma narrativa com assassínios, desilusões, mentiras e traições em quantidades dignas de uma obra de Shakespeare.» - Kirkus Reviews

C. W. Gortner possui um mestrado em Escrita na especialidade de Estudos Renascentistas, pelo New College of California. Os seus romances históricos, sempre fruto de intenso trabalho de pesquisa, têm-lhe granjeado elogios por parte da crítica internacional. Já foram traduzidos para 21 línguas com mais de 400 mil exemplares vendidos.
De ascendência espanhola, C. W. Gortner vive atualmente na Califórnia.
Saiba mais sobre o autor em: www.cwgortner.com


Quatro jovens cadetes têm nas mãos o destino do Sistema Solar.

«Uma leitura empolgante e divertida, repleta de romance espacial.» - Kirkus

Até agora, apenas os habitantes do planeta Tri podiam frequentar a exclusiva Academia da Frota Quatra, a escola de oficiais. Pela primeira vez, serão admitidos candidatos de outros planetas. Uma oportunidade única para vários jovens escaparem a uma vida sem esperança.
Cormak, do planeta tóxico Deva, é obrigado a trabalhar para um dos maiores criminosos do sistema solar. Entrar na Academia pode ser a sua salvação. Vesper, a ambiciosa tridiana, preparou ?se a vida inteira para chegar a capitã de esquadrão, mas ao ser suplantada por um desconhecido a sua carreira fica em risco. Arran, do gelado planeta Chetire, vê na Academia uma oportunidade para escapar ao trabalho nas minas. Mas a sua paixão por um rapaz tridiano vai trazer uma nova luta à sua vida. Orelia esconde um segredo: ela está infiltrada na Academia com uma missão, e a vida de todas as pessoas da escola dependerá de si.

«Conhecemos a história pelos olhos das próprias personagens... de uma forma perspicaz e inteligente, mostrando-nos o caráter de cada uma.» - Publishers Weekly

Kass Morgan é licenciada pela Universidade de Brown, nos Estados Unidos, e tem um mestrado pela Universidade de Oxford.
Atualmente, é editora e vive em Nova Iorque. A sua série bestseller Os 100 foi adaptada para televisão. Depois deste sucesso internacional, Kass Morgan voltou a surpreender-nos com Light Years, uma nova saga de ficção científica.

 
Autora Vencedora do Prémio RITA - Melhor Romance Histórico

Lillian Hargrove, a mais bela jovem de Inglaterra, viveu sozinha durante anos, ansiando por amor e companhia. Começando a perder a esperança de um dia os seus sonhos se tornarem realidade, Lily envolve-se com um artista libertino e mentiroso, que lhe pede que pose nua para ele. Ao aceitar a proposta, acaba por se expor perante toda a sociedade, tornando-se motivo de escárnio e vergonha.
Mas Lily não esperava que um escocês, recentemente intitulado Duque de Warnick e nomeado seu guardião, atravessasse a fronteira de Inglaterra para impedir que a ruína a alcançasse. Warnick tem um único objetivo: casar a sua protegida, passando o problema para outra pessoa, e, em seguida, voltar à sua vida tranquila na Escócia, longe daquele país que tanto abomina.
O plano parece simples. Até Lily declarar que só se casará por amor, e o duque escocês perceber que, aparentemente, há algo naquele país de que ele, afinal, gosta bastante?

«Com uma deliciosa sensualidade, descrições perspicazes e inteligência refinada, esta história profunda e maravilhosamente escrita irá cativar o leitor do início ao fim.» - Library Journal

Sarah MacLean nasceu em Rhode Island, na costa leste dos Estados Unidos. É autora bestseller do New York Times e do USA Today
Desde adolescente que desejou ser romancista. O seu amor pela ficção histórica levou-a a formar-se em História da Europa no Smith College, em Massachusetts, e em Ciências da Educação, na Universidade de Harvard. Mudou-se para Nova Iorque para se dedicar à carreira na escrita, e é aí que ainda hoje vive com o seu marido, o seu cão, e a sua imensa coleção de romances.
É colunista no Washington Post. Venceu duas vezes o Prémio RITA para Melhor Romance Histórico, atribuído pela Associação Americana de Escritores de Romance, com os romances Um Marquês Irresistível e Um Duque Glorioso.


Autora vencedora do prémio RITA Melhor Romance Erótico

Damien Stark é todo-poderoso e não aceita um «não» como resposta. Mas eu, sua mulher, só digo «sim» segundo as minhas condições.
No novo capítulo da nossa vida, há sombras que nos atormentam?
Fantasmas do passado que ameaçam a nossa felicidade, manchando aquilo que poderia ser uma vida perfeita juntos. Damien é o meu coração e a minha alma. O meu passado e o meu futuro. O homem que me mantém sã, que me anima os dias e encanta as minhas noites.
Mas quando a tragédia afeta o nosso casamento, eu sou forçada a aceitar que até uma vida perfeita pode começar a ceder à pressão. E se queremos que o nosso casamento sobreviva, teremos de usar todas as nossas forças para recuperar o que estamos lentamente a perder.

«J. Kenner arrasou o mercado com os seus anti-heróis pecaminosamente sedutores e dominantes e as mulheres que se perdem por eles.» - RT Book Reviews

Sexy e emotivo, Damien regressa para fazer sonhar as leitoras.

J. Kenner é uma autora norte-americana cujas obras estão em todas as listas de bestsellers do seu país, incluindo as do New York Times e do USA Today
Publicou mais de 70 romances, novelas e contos sobre várias temáticas, tendo cerca de três milhões de livros vendidos em todo o mundo, traduzidos em mais de 20 línguas. Depois de ter sido cinco vezes finalista do Prémio RITA para Melhor Romance Erótico, atribuído pela Associação Americana de Escritores de Romance, em 2014 a autora recebeu finalmente o prémio, com a obra Deseja-me. Depois de Stark, Most Wanted, Stark International e S.I.N., a Topseller lança agora o terceiro volume da série Stark World.
J. Kenner vive no interior do Texas com o marido, duas filhas adoráveis e dois gatos irrequietos.



19/11/2018

Clube do Autor - Lisboa é uma das grandes cidades da História, diz historiador inglês.

Título: As Grandes Cidades da História 
N.º de Páginas: 448 Págs. (+ extratextos) 
PVP: 20,00€

Da Mesopotâmia às megapolis, o livro de John Julius Norwich, prestigiado historiador, escritor de viagens e apresentador de televisão, visita 70 cidades, do mundo antigo à época moderna, e inclui dois cadernos de extratextos com fotografias, mapas e ilustrações de muitos destes locais. 

De Uruk, a primeira cidade do mundo, a Xangai, a grande metrópole chinesa dos nossos dias, vão muitos séculos de distância e mais de 400 páginas de intervalo. Dividido por épocas (Mundo Antigo, Primeiro Milénio D.C. Mundo Medieval, Primórdios do Mundo Moderno e Idade da Cidade Moderna), As Grandes Cidades da História é um retrato histórico abrangente sobre a evolução da vida em comunidade ao longo dos milénios.

No capítulo dedicado aos Primórdios do Mundo Moderno, Lisboa é a primeira cidade escolhida pelo coordenador da obra. Estamos na época das Descobertas. John Julius Norwich enaltece a “próspera indústria de construção naval e de fundição de canhões, e era de Lisboa que se partia para a maioria das viagens exploratórias”.

Na sua “passagem” por Lisboa, o autor refere também as grandes comunidades de artesãos mouros e judeus, o vasto complexo monástico e jeronimita, a supremacia naval, os grandes navegadores da altura, a monarquia de Filipe e a dinâmica comercial da cidade portuguesa.

O autor convida o leitor a viajar no tempo e a conhecer as cidades mais importantes da História, descobrindo como era a vida de então e acima de tudo como era a personalidade de cada lugar e dos seus habitantes.

«Um livro sofisticado.» The Times Literary Supplement
«A visão de um historiador minucioso sobre a história metropolitana do homem.» The Wall Street Journal
«Não podíamos pedir melhor para nos abrirem as janelas do conhecimento para um tema tão fascinante e premente.» Condé Nast Traveller 
 
 

15/11/2018

Planeta: Novidades Novembro 2018, dia 20 nas livrarias.

NÃO FICÇÃO

«BREVES RESPOSTAS ÀS GRANDES PERGUNTAS» 
 Stephen Hawking

 A OBRA PÓSTUMA DE UMA DAS MAIS BRILHANTES MENTES DO MUNDO. 
O LEGADO DE STEPHEN HAWKING

Num trabalho póstumo sublime, o cosmólogo britânico mundialmente conhecido deixa-nos com as suas derradeiras reflexões sobre as maiores perguntas com que a humanidade  se depara.  
Inclui prefácio do actor Eddie Redmayne, introdução do Professor Kip S. Thorne, Prémio Nobel da Física, e posfácio da sua filha  Lucy Hawking   

Stephen Hawking foi o mais conceituado cientista desde Einstein, conhecido pelo seu trabalho revolucionário nos campos da física e da cosmologia, e uma figura de inspiração depois de desafiar o seu diagnóstico de ELA quando tinha vinte anos.  Reconhecido tanto pelas suas investigações na física teórica como pela sua capacidade para tornar acessíveis conceitos complexos para todos, destacou-se também pelo seu sentido de humor.  Ao longo da extraordinária carreira, expandiu o conhecimento do universo e desvendou alguns dos seus maiores mistérios, acreditando no crucial papel da ciência para a resolução dos problemas da Terra.  Numa altura em que enfrentamos situações catastróficas – como as alterações climáticas, a ameaça de uma guerra nuclear e o desenvolvimento de Inteligência Artificial –, Stephen Hawking vira a sua atenção para as questões mais urgentes que a humanidade enfrenta.

Existe um Deus?
Como começou tudo?
Podemos prever o futuro?
Viajar no tempo será possível?
Existirá mais vida inteligente no universo?
Ficará a Inteligência Artificial mais inteligente do que nós?
O que existe dentro de um buraco negro?
Devemos colonizar o espaço?
Como moldamos o futuro?
Sobreviveremos na Terra?

Estas são algumas das perguntas a que Hawking responde neste seu abrangente, apaixonante – e sempre bem-humorado – último livro.  
A derradeira obra de uma das mais brilhantes mentes da História, partilha a sua perspectiva sobre as mudanças que todos nós, enquanto espécie humana, enfrentamos, e sobre que destino está reservado ao nosso planeta.   

SOBRE O AUTOR  
Físico teórico brilhante, Stephen Hawking é considerado um dos maiores pensadores do mundo. Ocupou o lugar de Professor Lucasiano de Matemática na Universidade de Cambridge por 30 anos e é autor de Breve História do Tempo, um best-seller mundial. Outros dos seus livros para público generalista incluem a colecção de ensaios Black Holes and Baby Universes, The Universe is a Nutshell e, com Leonard Mlodinow,  Brevíssima História do Tempo e O Grande Desígnio. Com a filha Lucy Hawking co-autorou uma série de livros para crianças cujo primeiro título é A Chave Secreta para o Universo. Faleceu no dia 14 de Março de 2018.

«COSIDO À MÃO»
 O manual imprescindível para os apaixonados pela costura, moda e design.  
COSIDO À MÃO BASEADO NO PROGRAMA DA RTP COM O MESMO NOME

Um livro para entrar no apaixonante mundo da costura, organizado em quatro partes principais:  Antes de Coser (a caixa de costura,  os moldes, instruções para usar os moldes  pré-feitos).  
Começar a Coser (técnicas básicas para coser à mão e à máquina). 
Instruções para Moldes-Base (ensina a fazer os moldes de várias peças e partes de a, colarinhos, cós, bolsos roupa: saia, mang ).
Moldes do Programa (instruções para fazer 10 peças que os concorrentes terão de executar no programa: saia-lápis, parka, minivestido, minissaia, top de alças, colete, túnica, casaco, jardineiras e blazer).  

Em Cosido à Mão descobrirá tudo o que precisa para se iniciar no apaixonante mundo da moda e confecção: desde os elementos básicos a ter na caixa de costura até à interpretação dos moldes, passando pelos principais pontos à mão e à máquina.
Baseado no programa da RTP1 com o mesmo nome, este livro contém fotografias, ilustrações e instruções passo a passo, para que consiga costurar de raiz as suas próprias peças e adaptar, modernizar e aplicar o seu cunho original a roupas antigas.
Melhor ainda: atreva-se a recriar os desafios que viu na televisão, com os planos de corte e instruções de 10 peças do programa Cosido à Mão incluídos neste livro.
Há ainda uma introdução sobre o programa que tem como apresentadora Sónia Araújo e os jurados: Paulo Battista, Susana Agostinho e Mariama Barbosa..

Um livro que mostra todo o processo criativo e de elaboração artesanal assim como o trabalho minucioso e artístico que merece a costura-

FICÇÃO

«COM ESTE HOMEM» 
 Jodi Ellen Malpas

 Jesse Ward está de volta neste quarto romance  da série Este Homem, e, com ele, a sensualidade,  o amor e os jogos perversos.

A trilogia romântica e sensual Este Homem, um sucesso na literatura erótica, apaixonou milhares de leitoras com a  história  de amor e sedução entre  o aristocrata Jesse Ward e a jovem designer de interiores Ava O’ Shea.  

Neste novo livro, a história continua intensa, sexy e viciante, e começa doze anos após o casamento de Jesse e Ava. 
A vida é boa para Jesse, o Senhor Ward. Perfeita, na verdade. Ainda tem charme, encontra-se em óptima forma física, e continua a transformar a mulher, Ava, num poço de desejo com um simples olhar. Exerce um controlo e um domínio totais, tal como gosta.  
Contudo, o mundo perfeito de Jesse desmorona quando um terrível acidente envia Ava para o hospital com um ferimento crítico na cabeça que a deixa em perigo de vida. Devastado e enraivecido, sente-se como se toda a sua existência estivesse presa por um fio.  
Não é capaz de sobreviver sem o amor da mulher. Por isso, quando ela recobra a consciência, o seu mundo abalado começa a equilibrar- se.   No entanto, o pesadelo não termina. Na verdade, mal começou. Isto porque Ava não se recorda dos últimos dezasseis anos da sua vida. O que implica tudo. Toda a vida de ambos em comum. Ele é um estranho para ela.  
Agora Jesse tem de fazer tudo o que for preciso para recuperar as memórias da mulher… e ajudá-la a apaixonar-se outra vez louca e perdidamente.   

« A emoção e a vulnerabilidade cruas são arrebatadoras.» RT Book Reviews 
«Super-sexy, emocionalmente intenso» Library Journal 

SOBRE A AUTORA
Jodi Ellen Malpas nasceu em Northampton, onde vive com a família. Enquanto trabalhava na empresa de construção do pai foi cimentado a trama de a trilogia e criou a personagem de Jesse Ward.
Em 2012 decidiu autopublicar O Amante, o primeiro livro, e a massiva resposta das leitoras motivou-a a terminar a trilogia. Catapultada para o número 1 do New York Times, a trilogia Este Homem converteu-se no fenómeno do ano coroando Jodi Ellen Malpas como a nova rainha do romance erótico.
             Mais de um milhão de leitoras apaixonaram-se por Jesse.

BD

«STAR WARS – OBI-WAN & ANAKIN»
 Charles Soule & Marco Checchetto

Chega agora o livro que retrata a relação entre o mestre Obi-Wan Kenobi e o jovem padawan Anakin Skywalker.    
O seu futuro está condenado. Mas de momento são mestre e aluno…  E isso já é bastante perigoso!


Um livro único que recompila Obi-Wan and Anakin #1-5, por Charles Soule (Poe Dameron; Darth Vader: Lorde Obscuro) e Marco Checchetto (Rumo a Star Wars: O Despertar da Força; Star Wars: La ciudadela de los gritos; Capitana Phasma).  
Antes do seu heroísmo militar nas Guerras dos Clones, antes da sua trágica batalha em Mustafar e muitas décadas antes da confrontação final na Estrela da Morte, eram o mestre Obi-Wan Kenobi e o jovem padawan Anakin Skywalker.  
Professor e aluno aproximaram-se com os anos, mas foi um caminho difícil. E as coisas não vão ficar mais fáceis. Na verdade, quando os chamam a um planeta remoto para ajudar, o par chega quase a um ponto de não retorno na sua relação.  Ao verem-se isolados num mundo estranho de tecnologia primitiva e nativos mortais, poderão salvar-se? Quando a guerra se abate, mestre e padawan estarão em lados opostos! 




As flores perdidas de Alice Hart, de Holly Ringland


Opinião:
‘As Flores Perdidas de Alice Hart’, o romance de estreia de Holly Ringland é maravilhoso. É impossível ficar-se indiferente à capa, às gravuras no interior do livro, à autora pela sua excentricidade, mas em especial a esta narrativa, são descrições que se vão tornar um cliché, mas é que é mesmo muito bonito.
Referente à sua história, é sobre a vida de Alice Hart, uma jovem australiana, e podemos dizer que a mesma se divide em três partes, inicia-se quando ela tem nove anos, depois na adolescência e prolonga-se até à idade adulta. Alice não tem uma infância fácil, tem um pai violento, que a maltrata, mas em especial à mãe, e é precisamente nesta idade que a sua vida dá uma reviravolta, após uma tragédia, tem que ir viver com a avó paterna de quem desconhecia a sua existência, vive numa quinta de cultivo de flores, mas é muito mais do que isso, é um abrigo para mulheres. E é aqui que Alice se vai curar de os traumas de infância, mas também é neste lugar que vai tentar descobrir segredos de família, segredos esses que a fazem ir em busca da sua própria identidade, e daquilo que ela quer para si. Na última parte da história em que Alice toma certas decisões, confesso que houve alturas que me apeteceu abanar a personagem por causa de certas atitudes, mas depois pensava na sua infância e entendia que certos traumas ficam enraizados na pessoa. 
Como primeiro livro a autora conseguiu algo incrível, além de uma escrita praticamente irrepreensível, construiu uma história sobre família, perda, violência domestica, segredos, absolutamente enternecedora, através da forma como está contada, e construiu personagens tocantes com todas as suas qualidades e defeitos, que nos envolvem emocionalmente, até os cães que fazem parte da vida de Alice têm destaque.
Aliado a isso tudo, incorpora no livro em cada capitulo, flores típicas do país com todo o seu simbolismo e significado, lindíssimo, para não falar das descrições das paisagens e lugares da Austrália um país que gostava imenso de conhecer.
Em suma ‘As Flores Perdidas de Alice Hart’, é um livro com uma história arrebatadora, comovente, emotiva, provoca-nos um misto de emoções muito grande, faz-nos ficar tristes e revoltados, mas por outro lado deliciados com todo o seu enredo, é claro que só posso recomendar que o leiam.



14/11/2018

Novidade Clube do Autor - Então, boa noite, de Mário Zambujal


Título: Então, boa noite
N.º de Páginas: 152 
PVP: 14,50€

O novo romance de Mário Zambujal, chega às livrarias dia 27 de novembro

Gostei de muitas mulheres mas de nenhuma o suficiente para ser a última. 

OS DIFÍCEIS AMORES DE UM SEDUTOR FORA DE HORAS

Fiel ao registo a que já habituou os seus leitores, Mário Zambujal regressa às livrarias nacionais com mais um romance pleno de humor e peripécias, aventuras protagonizadas por um sedutor que só consegue estar acordado durante a noite. Além dos inconvenientes de tal desordem, a vida deste rapaz vê-se ainda mais complicada quando recebe uma herança especial.

A custo acreditei quando fui notificado da herança, nunca tal tinha previsto. Comovi-me ao ponto de soltar lágrimas e eu tinha aguentado sem chorar no dia em que o padrinho expirou. (pág. 11)

Então, Boa Noite relata as aventuras, quase sempre fora de horas, de Afonso Júlio na tentativa de cumprir o último desejo do seu padrinho: encontrar uma mulher, de quem ele só sabe o nome, e casar-se com ela. Nada impossível, pensarão alguns, mas Afonso Júlio vive com uma mulher e, como se isso fosse pouco, está enamorado por outra.

Eu agora vou na terceira desde que me instalei na vivenda. Chama-se Nizete e não tardará a dizer adeus. Se disser. Da Lucilinha Vasques Picado ainda ouvi um bai-bai ao fim de cinco meses de coabitação. Da espevitada Graciete Bilro nem isso, bateu com a porta sem completar um trimestre. A nenhuma delas disse fica, como não o direi à Nizete. E, no entanto, senti e vou sentir tristeza por ver passada uma fracção da vida. O problema, se posso chamar problema, é elas não suportarem a minha raridade fisiológica, caio de sono enquanto é dia e não prego olho mal escurece. (pág.14)

Enquanto procura a mulher referida no testamento, Afonso Júlio desfia as angústias que o consomem, a começar pela má-sorte de ter nascido com um problema nos neurónios. Não é fácil viver a cair de sono durante o dia e só espevitar após o sol posto. No trabalho e na vida amorosa, Afonso Júlio não consegue sair do lusco-fusco. E como se tudo isto fosse pouco, a inesperada missão de encontrar a desconhecida sobrinha do seu padrinho.

Cumpre-me respeitar a sua vontade. (…) Resta-me cumprir. Pena que não me tivesse fornecido um único contacto para chegar à fala com essa menina: morada, número de telefone, endereço informático, família, fotos, amizades, número de contribuinte, nada. Penosa investigação me espera mas sossegue, padrinho Josué, hei-de enfiar uma aliança no dedinho da Renata Jacinta. (pág. 16)

Vamos lá começar a leitura, é melhor não perder tempo, não tarda é de dia.