21/05/2018

Porto Editora - A magia de Richard Zimler ilustrada por Carlos Farinha

Título: Maria e Danilo e o mágico perdido 
Autor: Richard Zimler 
Ilustração: Carlos Farinha 
Págs.: 48 
PVP: 13,30 €
 
Maria e Danilo e o mágico perdido é a nova aventura para crianças do autor, ilustrada por Carlos Farinha Maria e Danilo e o mágico perdido, que a Porto Editora lança a 24 de maio, é o novo livro infantil de Richard Zimler, ilustrado pelo artista plástico Carlos Farinha.  Do encontro entre um mágico e duas crianças com deficiência física nasce uma amizade preciosa, motor de uma história que nos fala sobre a diferença, a amizade e o verdadeiro significado da beleza. Com um fio narrativo comovente e ilustrações magníficas, este é um livro que irá encantar crianças e adultos. Richard Zimler foi recentemente galardoado com o Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a Infância, com O cão que comia a chuva (Porto Editora, 2016), onde, tal como em Maria e Danilo e o mágico perdido, reflete sobre uma problemática que afeta o universo das crianças. Este livro será apresentado pela deputada Catarina Marcelino a 5 de junho, pelas 18:30, no hotel Real Palácio, em Lisboa.

SINOPSE 
Nada deixa o mágico Marduque mais feliz do que ver a surpresa e o delírio de uma plateia. Na companhia dos seus dois fiéis assistentes, cão Rumi e a periquita Tulipa, que alinham em todas as peripécias, os truques do mágico Marduque não deixam ninguém indiferente. Até ao dia em que é convidado a fazer um espetáculo numa escola e conhece duas crianças únicas. A partir desse momento, a vida de Marduque nunca mais será a mesma, nem a de Maria e Danilo, que descobrirão na magia e na amizade uma forma de ultrapassar os seus receios mais profundos.               

Sobre os autores 
Richard Zimler nasceu em 1956 em Roslyn Heights, um subúrbio de Nova Iorque. Fez um bacharelato em Religião Comparada na Duke University e um mestrado em Jornalismo na Stanford University. Trabalhou como jornalista durante oito anos, principalmente na região de São Francisco. Em 1990 foi viver para o Porto, onde lecionou Jornalismo, primeiro na Escola Superior de Jornalismo e depois na Universidade do Porto. Tem atualmente dupla nacionalidade, americana e portuguesa. Desde 1996, publicou onze romances, uma coletânea de contos e cinco livros para crianças. A sua obra encontra-se traduzida para 23 países. 

Carlos Farinha nasceu em Santarém, Portugal, em 1971. Formou-se em Belas-Artes na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa. O seu trabalho abrange desde a pintura, o desenho, a escultura e a performance art. Desde 1990, tem vindo a receber inúmeros prémios. Carlos Farinha está agora representado em muitas coleções públicas e privadas, incluindo a multinacional Malwarebytes, o Museu de Halabja no Iraque, a Casa da Cultura de Kobane na Síria e a Residência oficial do Cônsul de Portugal em Macau.  

 

Jacinto Lucas Pires estreia-se na Porto Editora com novo romance

Título: A Gargalhada de Augusto Reis
Autor: Jacinto Lucas Pires
Págs.: 264
PVP: 16,60 €
 
Onde anda a liberdade?  
A Gargalhada de Augusto Reis é um romance em dois tempos sobre a poesia, talvez a maior expressão de liberdade

Escritor, encenador, cronista, Jacinto Lucas Pires regressa ao romance com A Gargalhada de Augusto Reis, que marca a sua estreia no catálogo da Porto Editora. Nas livrarias a partir de 24 de maio, este é, em última instância, um livro sobre as várias formas de liberdade. Alternando passado e presente – os tempos do Estado Novo, o pós-25 de Abril e a atualidade –, Jacinto Lucas Pires guia o leitor, não sem um olhar crítico, através das várias liberdades de um povo. A acompanhar-nos nesta história, três personagens que a poesia vai unir: o diretor de um banco no Estado Novo, poeta de renome, um jovem de um bairro pobre da periferia lisboeta com pretensões literárias e uma cineasta à procura de um novo rumo.

A 7 de junho, pelas 18:30, Rui Tavares e Tiago Cavaco juntam- -se ao autor para apresentar este romance na FNAC Chiado, em Lisboa. O autor rumará depois ao Porto, onde será protagonista do Porto de Encontro que se realiza a 30 de junho, na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, pelas 17:00.

Sinopse: 
Dois tempos. Duas realidades. Duas vidas distintas. De um lado, o poeta Augusto Reis, administrador de um banco e reputado académico com ligações indistintas ao regime de Salazar, que vê a sua vida ruir com o 25 de Abril. Do outro, Djalma dos Santos, um jovem de um bairro da Amadora, que em pequeno encontrou um poema de Augusto Reis e o guardou como tesouro, como mantra. A unir os dois tempos, Sofia Bessa, realizadora cujo último filme foi arrasado pela crítica e que, a medo, aceita o desafio para um novo documentário. A unir os dois homens, a poesia.
Alternando passado e presente, A Gargalhada de Augusto Reis é, em última instância, um romance sobre o mistério mais simples e o mais fugaz: a alegria.

Sobre o autor: 
Jacinto Lucas Pires nasceu no Porto, em 1974, e vive em Lisboa. Publicou vários romances (Do sol, Perfeitos milagres, O verdadeiro ator – galardoado com o Grande Prémio de Literatura DST 2013), livros de contos (Assobiar em público, Grosso modo), de não ficção, entre os quais Livro usado, e uma coleção infantil, em coautoria com a ilustradora Sara Amado. Em 2008, foi-lhe atribuído, pela Universidade de Bari/ IC, o Prémio Europa – David Mourão-Ferreira. Escreve peças de teatro para diferentes grupos e encenadores e realizou três curtas e uma longa-metragem, Triplo A (2017). Colabora como comentador na Rádio Renascença e escreve uma crónica benfiquista no jornal O Jogo. Faz parte, com Tomás Cunha Ferreira, da banda Os Quais.

EXCERTO DO LIVRO
«Uma multidão de miúdos num lugar longe dali. Numa terrinha de província, Boiços, no norte interior da sua memória. Miúdos magros, vestidos de cores escuras ou sujas; miúdos sépia dos velhos dias do Estado Novo; miúdos com os gestos pesados de quem carrega, desde nascença, um «destino traçado», o de serem iguais aos pais, pessoas repetidas e caladas que criem filhos repetidos e calados, e assim para sempre. Miúdos de cabelos negros e olhos claros emagrecendo pela cidade, rezando palavrões com vozes quebradas. Sim, claro, a universalidade da escola democrática alterou isto, sem dúvida. Hoje, mesmo nos “meios mais desfavorecidos” (guarde-nos Deus Nosso Senhor de todos os eufemismos e meias-palavras), uma criança pode sonhar mais, pode imaginar-se diferente. Sem dúvida. Mas ainda é tão gritante a desigualdade, tão obscena a injustiça. Como é que se consegue ser livre assim?»

Topseller - A casa dos seus sonhos pode ser o seu pior pesadelo.

A Casa na Floresta
Páginas: 304
PVP: 17,69€

Uma história intensa, atmosférica e original, fugindo do ambiente urbano e familiar típico da maioria dos thrillers, neste que é o primeiro livro da escritora publicado em Portugal.

«Um thriller envolvente, que se lê de um só fôlego, com um final inesperado. Maravilhoso!» − Psychologies
«Um thriller cativante, muito bem escrito e inundado de um sentimento delicado e crescente de ameaça que desemboca num clímax de arrasar os nervos.» Eva Dolan

Sobre A Casa na Floresta:
Um estranho encontro,
Um presente inesperado,
Um segredo perverso…

Numa noite gelada, ao regressar a casa, Neve Carey é abordada por uma mulher estranha e perturbada, na ponte sobre o rio Tamisa, que lhe entrega um envelope, lançando-se de seguida para as águas do rio.
Duas semanas mais tarde, numa altura em que a sua vida está cada vez mais caótica, Neve descobre que a mulher que se suicidou à sua frente lhe deixou de herança uma casa na Cornualha, o que parece ser a solução perfeita para os seus problemas.
Neve decide então mudar-se sozinha para a casa, mas, assim que lá chega, arrepende-se. Fica no meio de uma floresta sombria, tem um aspeto sinistro, com grades nas janelas, e coisas bizarras começam a acontecer. Em pouco tempo, a casa dos seus sonhos transforma-se no seu pior pesadelo. E a verdade é que esta esconde um segredo perverso… que mudará para sempre a vida de Neve.

Sobre a autora:
Cass Green é uma autora bestseller internacional de thrillers psicológicos. Recebeu vários prémios literários como escritora de ficção para jovens adultos, assinando com o nome Caroline Green.
O seu primeiro thriller, The Woman Next Door, foi n.º 1 de vendas em e-book, e o segundo, A Casa na Floresta, foi bestseller do USA Today e do Sunday Times.
Cass Green é jornalista há mais de 20 anos, tendo colaborado com vários jornais e revistas. Vive atualmente em Londres com a família.
Saiba mais sobre a autora em: www.cassgreen.co.uk
 
 

Porto Editora: Maria Dueñas regressa com "As vinhas de La Templanza"

Título: As vinhas de La Templanza
Autor: Maria Dueñas
Págs.: 536
PVP: 18,80 € 
 
A autora bestseller de O tempo entre costuras regressa com um romance histórico de grandes emoções  
 
É um regresso há muito esperado. De Maria Dueñas, a autora espanhola mais lida em todo o mundo, a Porto Editora faz chegar às livrarias de todo o país As vinhas de La Templanza, no próximo dia 24 de maio.
Neste livro, a autora dá a conhecer Mauro Larrea, um empresário que, num revés do destino, perde toda a fortuna conquistada nas duras minas do México. Sem nada, ruma a Havana, na tentativa de se reerguer. Aí, começa um turbilhão de acontecimentos e emoções na sua vida. Parte para Espanha, troca o negócio do minério pelo da vinha e deixa-se encantar por Soledad Montalvo, uma mulher lutadora e antiga proprietária de La Templanza.
Maria Dueñas regressa ao género que a celebrizou com o seu romance de estreia, O tempo entre costuras, e apresenta um relato histórico e de costumes, pleno de cenários exóticos e sedutores que conduzem o leitor ao longo da segunda metade do século XIX, numa viagem entre a jovem república mexicana e a cosmopolita Jerez de La Frontera.
À semelhança do que aconteceu com o sua primeira obra (O tempo entre costuras foi uma das séries mais vistas na Antena 3), também As vinhas de la Templanza terá uma adaptação ao pequeno ecrã, que já está a ser produzida por esta mesma estação televisiva, responsável, por exemplo, por êxitos mundiais como A Casa de Papel.

Sinopse:
Uma história de coragem perante as adversidades e de um destino marcado pela força de uma paixão.
Nada fazia supor a Mauro Larrea que a fortuna que tinha conquistado fruto de anos de luta e perseverança se desmoronaria de um dia para o outro, graças a um inesperado revés.
Asfixiado com dívidas e afogado em incertezas, aposta os últimos recursos numa jogada temerária na esperança de se reerguer. Até que a perturbadora Soledad Montalvo, mulher dum negociante de vinhos inglês, entra na sua vida para o arrastar rumo a um futuro inesperado. Da jovem república mexicana à radiante Havana colonial, das Antilhas à Jerez da segunda metade do século XIX quando o comércio de vinhos com Inglaterra converteu a cidade andaluza num enclave cosmopolita e lendário, por todos estes cenários se desenrola As vinhas de La Templanza, um romance que fala de glórias e derrotas, de minas de prata, intrigas de família, vinhas e cidades fascinantes cujo esplendor se desvaneceu com o tempo.

Sobre a autora:
Doutorada em Filologia Inglesa, Maria Dueñas é professora titular da Universidade de Murcia depois de ter já passado pela docência em várias universidades norte-americanas. É autora de trabalhos académicos e de muitos projetos educativos, culturais e editoriais.
Maria Dueñas nasceu em Puertollano (Ciudad Real) em 1964, é casada, tem dois filhos e reside em Cartagena.
O Tempo entre Costuras foi o seu primeiro romance, publicado pela Porto Editora, tendo sido adaptado à televisão e exibido em Portugal pela TVI.

19/05/2018

Novidade Saída de Emergência: "O Pequeno Livro das Grandes Fobias" de Joana Marques Alves

Sabe o que é…

Ablutofobia? Medo de tomar banho
Acrofobia? Medo das alturas
Afefobia? Medo de contacto físico com outros seres humanos
Amicofobia? Medo de se coçar
Apifobia? Medo de abelhas
Cinofobia? Medo de cães

Existem fobias de todos os “tipos e feitios” e cada uma tem a sua história por trás. Com base em consultas a especialistas na área, que explicam o porquê destas fobias e como lidar com elas, Joana Marques Alves relata em O Pequeno Livro das Grandes Fobias casos de pessoas que vivem com este problema e tentam – à sua maneira – ter um dia a dia como todas as outras.

Sobre a autora: 
Joana Marques Alves nasceu a 11 de setembro de 1990, em Lisboa. Passou a sua infância em Cascais, onde vivia rodeada de discos e livros. O gosto pela leitura e pela escrita

levou-a a candidatar-se ao curso de Ciências da Cultura, da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. No final da licenciatura, em 2010, começou a estagiar no Correio da Manhã, onde acabou por trabalhar como jornalista das secções Cultura e Online até 2013. No ano seguinte, começou a trabalhar na secção Online do jornal SOL. É hoje jornalista da secção Sociedade deste semanário e do jornal i.
 
 

Clube do Autor - Novo site - e agora também loja - online!


Clube do Autor - Está finalmente online!


Descontos imediatos em centenas de livros, pagamento seguro e entregas em poucos dias, é isto que podem encontrar no nosso site a partir de hoje.

Além disso, todo o catálogo da editora Clube do Autor passa a estar disponível no sítio da editora na internet em www.clubedoautor.pt. Mais, o site disponibiliza também descontos exclusivos numa vasta seleção de livros em campanhas e grandes oportunidades de compra de livros com promoções até 50%.

O grande destaque do site vai para alguns dos títulos mais recentes, com os livros Uma Certa Forma de Vida, de Helena Sacadura Cabral, Perigo!Duas Caras, de Margarida Vieitez, Elmet – Vidas Desencantadas, finalista do Man Booker Prize, ou Inimigos de Salazar, de Irene Flunser Pimentel, entre outros, que esta quinzena têm mais relevo.

As campanhas reúnem títulos sob determinada temática e têm descontos consideráveis em todos os títulos apresentados. O arranque acontece com O Melhor da História, com mais de trinta livros dedicados à História Universal.

Concebida para proporcionar aos clientes o acesso a um vasto número de títulos que já não encontra nas livrarias físicas, a loja online da editora está organizada por categorias e por autores. Canal de História, Coleção Os Livros da Minha Vida, Infanto-Juvenil, nas categorias, ou Miguel Sousa Tavares, Clara Ferreira Alves, Gonçalo Cadilhe, Margarida Rebelo Pinto, Mário Zambujal, Helena Sacadura Cabral, são algumas das formas de pesquisar – e encontrar – os títulos disponíveis.

As portas já estão abertas, é entrar e navegar por entre as centenas de livros da editora. Simples, rápido e cómodo, tudo à distância de um clique. 

Sejam bem-vindos a www.clubedoautor.pt.
 

15/05/2018

ATENÇÃO, FÃS DE THRILLERS: A Rainha Dinamarquesa do Thriller vai estar na Feira do Livro de Lisboa!


A Rainha Dinamarquesa do Thriller vai estar pela primeira vez ​na Feira do Livro de Lisboa, nos dias​ 26  ​(15h-18h) ​e 27 de maio (15h-17h).​
 
T​odos os anos na Feira do Livro de Lisboa, a Topseller presenteia os seus leitores com grandes nomes da literatura internacional. Depois de M. J. Arlidge e Paula Hawkins, este ano os leitores portugueses vão ter a oportunidade conhecer e conversar com a Rainha Dinamarquesa do Thriller — Sara Blaedel. 
 O dia 26 de maio começa com uma conversa aberta entre a escritora e os leitores sobre como escrever um thriller. ​

Sara Blaedel, que já vendeu 1,8 milhões de livros só na Dinamarca, num universo de 5,6 milhões de habitantes, foi distinguida por quatro vezes como a mais popular escritora dinamarquesa e, em 2015, ganhou o mais prestigiante e importante prémio literário atribuído a autores dinamarqueses: o De Gyldne Laurbaer. Os seus livros são bestsellers internacionais e já foram publicados em 37 países.
Agora, vai estar pela primeira vez em Lisboa para dar entrevistas, falar com os leitores e autografar livros naquele que é o maior certame literário do país: a Feira do Livro de Lisboa.

Elogios:
«Sara Blædel é incrivelmente talentosa em manter o leitor preso ao livro mesmo quando este preferiria desviar o olhar nas cenas mais gráficas. Recomendado para fãs de Camilla Läckberg.»Library Journal
«Uma protagonista inteligente que luta contra os seus próprios medos e defeitos, numa história contada de forma muito hábil, ao estilo negro do thriller nórdico.» Booklist
«Consegue descrever crimes terríveis de modo absolutamente genial e envolvente. Um realismo intransigente que revela o thriller no seu melhor.»The Washington Post
 
Sobre Mulheres da Noite:
«Um thriller realista ao ponto de incomodar, que brilha com uma prosa limpa e um suspense continuado.» — Booklist
Ninguém sabe exatamente quem é a mulher que aparece degolada numa das zonas mais mal frequentadas de Copenhaga. Quando a inspetora Louise Rick chega ao local, rapidamente percebe que se trata de uma prostituta. Na Dinamarca, no entanto, a prostituição é legal e não anda de mãos dadas com o crime. Quem estará, então, por detrás desta morte? Isso é o que a imprensa quer saber, e o caso torna-se rapidamente mediático.
Quando Louise recebe um telefonema da sua amiga jornalista Camilla Lind, pensa que ela quer informações acerca do crime. Mas o que Camilla lhe quer contar é que encontrou um bebé embrulhado numa toalha, no interior da igreja que frequenta. E o bebé não tinha um dos dedos do pé.
Estarão ambos os casos relacionados? Conseguirá Louise resolvê-los aos dois? E será que o que está a acontecer em Copenhaga tem ramificações ainda maiores?

Sobre a autora:
Sara Blædel iniciou a sua carreira literária como fundadora de uma editora especializada em policiais e thrillers. Este trabalho aproximou-a do jornalismo, onde acabou por cobrir uma vasta gama de histórias policiais e julgamentos. Foi nessa altura – e enquanto esquiava na Noruega – que começou a imaginar a trama do seu primeiro romance, Green Dust, com o qual venceu o primeiro de inúmeros prémios, The Danish Crime Academy’s Debutant Award.
As Raparigas Esquecidas (Ed. Topseller, 2016) é o seu livro mais aclamado, o qual foi contemplado em 2015 com o Gyldne Laurbaer, o mais importante prémio literário da Dinamarca. Os seus livros são bestsellers internacionais e já foram publicados em 37 países.
Saiba mais sobre a autora em sarablaedel.com.
 
 

Porto Editora: O primeiro amor é uma montanha-russa

Título: Os altos e baixos do meu coração 
Autor: Becky Albertalli 
Págs.: 288 
PVP: 15,50 € 

Os altos e baixos do meu coração é o segundo livro da autora bestseller  Becky Albertalli

Depois do sucesso de O coração de Simon contra o mundo, cuja adaptação ao grande ecrã estreia em junho no nosso país, a Porto Editora publica, no dia 17 de maio, o segundo romance de Becky Albertalli, Os altos e baixos do meu coração
Molly é uma adolescente que, apesar de se ter apaixonado platonicamente dezenas de vezes, nunca arriscou uma relação amorosa: quem não arrisca também não sofre. No entanto, quando a sua irmã gémea encontra o seu primeiro grande amor, Molly não suporta a ideia de ficar sozinha… e decide aventurar-se. Mas a vida é cheia de surpresas e acaba por ter de escolher entre dois rapazes completamente diferentes, percorrendo uma verdadeira montanha-russa emocional.  À semelhança de O coração de Simon contra o mundo, este romance aborda, de uma forma bem-humorada, aspetos fundamentais na construção da identidade e na conquista de um espaço social próprio na vida de um adolescente, tais como as relações afetivas, a sexualidade ou a imagem corporal. Já a adaptação ao cinema do romance de estreia da autora – Com amor, Simon – chega às salas portuguesas no dia 21 de junho. Com Nick Robinson, Josh Duhammel e Jennifer Garner como protagonistas, o filme está a ser um sucesso nos Estados Unidos da América e no Reino Unido, onde ocupou o top de bilheteira durante várias semanas. 

SINOPSE 
Aos 17 anos, Molly sabe tudo o que há para saber sobre o amor não correspondido. É que a jovem já se apaixonou 27 vezes, mas sempre em segredo. E por mais que a irmã gémea, Cassie, lhe diga para ter juízo, Molly tem sempre cuidado. É melhor ter cuidado do que sofrer. Quando Cassie se apaixona, a sua nova relação traz um novo círculo de amigos. Dele faz parte Will, que é engraçado, namoradeiro e um excelente candidato a primeiro namorado da Molly

Mas há um problema: o colega de Molly, Reid, um cromo e fã incondicional de Tolkien, por quem ela jamais se apaixonaria… certo? Uma história divertida e comovente sobre primeiros amores e a importância de sermos fiéis a nós mesmos.     

A AUTORA 
Becky Albertalli é uma psicóloga clínica que teve o privilégio de acompanhar como terapeuta dezenas de adolescentes inteligentes, estranhos e irresistíveis. Também prestou serviço por 7 anos enquanto líder adjunta de um grupo de apoio à identificação de género, em Washington DC. Vive com a família em Atlanta. 

 

Conheça "O Livro dos Grandes Direitos das Crianças"


O Livro dos Grandes Direitos das Crianças, de Marcelo Lourenço e Hiro kawahara.

Venha descobrir os 40 direitos que nenhuma criança dispensa, por exemplo:

- É um direito de todas as crianças ter um sítio quentinho e seguro para dormir, ter um lugar à mesa sempre que tiverem fome e um sítio limpinho para tomar banho.
- Todas as crianças têm o direito a ficar mais cinco minutos na cama, principalmente nas manhãs frias e nas segundas-feiras.
- Todas as crianças têm o direito de sonhar com o que querem ser quando forem grandes, seja um astronauta-vampiro, sereia-voadora ou um pirata-detetive.

As edições Saída de Emergência juntaram-se à Associação Corações com Coroa e na compra deste livro 1€ reverte para a Associação Corações com Coroa. 



Novidade Topseller - O Pântano dos Sacrifícios, de Susanne Jansson, nas livrarias a 4 de junho

Título: O Pântano dos Sacrifícios
Autor: Susanne Jannson
N.º de Páginas: 304
PVP: 17,69€
À venda a 04 de junho

Altamente disputado e considerado O Livro da Feira do Livro de Londres de 2017, O Pântano dos Sacrifícios já foi vendido para 26 países, incluindo EUA e Reino Unido.

Traduzido do original sueco por João Reis, esta história lembra os cenários da série de culto Twin Peaks e traz à luz do dia superstições e oferendas humanas preservadas em pântanos.

Sobre o livro:
Em tempos, realizavam-se oferendas humanas em pântanos.
Agora, há pessoas a desaparecer…

Crê-se que antigamente os pântanos eram usados como locais onde se realizavam sacrifícios humanos. Por serem pobres em oxigénio, estes terrenos atrasavam o processo de decomposição dos corpos, levando à sua preservação. Há por isso quem acredite que as almas lá enterradas não conseguem encontrar descanso, atraindo até si novas vítimas.
Nathalie Nordström é uma jovem bióloga que se desloca até a um pântano no norte da Suécia para realizar uma experiência de campo. Nathalie cresceu naquela zona, mas partiu quando uma terrível tragédia se abateu sobre a sua família.
Numa noite de tempestade, um mau pressentimento leva-a até ao pântano. Lá encontra um homem inconsciente, prestes a afundar-se. A polícia começa a investigar o caso e acaba por encontrar cadáveres ali enterrados. Estará o pântano a reclamar mais sacrifícios, como alguns habitantes locais acreditam?



Sobre a autora: 
Susanne Jansson nasceu em 1972 em Åmål, na Suécia. Mais tarde mudou-se para Gotemburgo, para trabalhar em publicidade, e depois para Nova Iorque, onde estudou fotografia.
Depois de regressar à Suécia, trabalhou como fotógrafa freelance enquanto estudava jornalismo, e nos últimos 20 anos tem combinado o seu trabalho de fotógrafa com o de jornalista, tendo-se especializado em reportagens e histórias ligadas às áreas da cultura, cinema, teatro e literatura. Também escreveu contos policiais para revistas.
O Pântano dos Sacrifícios é o seu primeiro romance e um verdadeiro êxito internacional, tendo os seus direitos sido vendidos para 26 países.
Susanne Jansson vive com a família perto de Gotemburgo.
 
 

Planeta - Bem-vindos a CEREBROPÓLIS

Bem-vindos a CEREBROPÓLIS
Matteo Farinella
Capa dura no formato 22,8x 29cm
48 páginas
PVP: 13,98  
Nas livrarias a partir de 15 de maio
 
Um livro ludo-didáctico, aconselhado a crianças com mais de 5 anos de idade, que ensina, de forma simples e divertida, a descobrir o fantástico mundo da ciência e do funcionamento do Cérebro.  

Bem-vindos a CEREBROPÓLIS” é a história de um jovem neurónio – Ramon – que tem de decidir o que fazer quando crescer.
O livro responde a muitas das perguntas que os mais novos fazem, quando começa a idade dos porquês. O que é o sistema nervoso? Como funcionam os cinco sentidos? E a memória?
 
Ramón, o jovem neurónio vai passear pelas várias zonas do cérebro – desde o tálamo até ao córtex, passando pelo cerebelo, a amígdala e o hipocampo – descobrindo funções que correspondem a cada área, o que o ajudará a perceber o funcionamento do cérebro como um todo, o que é o sistema nervoso, como funcionam os cinco sentidos, ou o que é a memória.
Em cada zona existem neurónios com diferentes responsabilidades, que trabalham em equipa e que se entreajudam para colocar o nosso cérebro a funcionar em pleno.
 
O autor e ilustrador do livro é DOUTORADO EM NEUROCIÊNCIAS pela University College de Londres o que garante o rigor científico deste excepcional livro.

Sobre o autor:
O autor e Ilustrador do livro, Matteo Farinella é doutorado em Neurociências pela University College de Londres. Desde essa data que tem vindo a combinar a sua especialização nesta área com a sua paixão de longa data pelo desenho e pela produção de bandas desenhadas educativas, ilustrações e animações. É autor de vários livros, tendo trabalhado com universidades e instituições educacionais em todo o mundo, sempre com o objetivo de tornar a ciência mais clara e acessível a todos, estimulando os jovens a descobrirem esta disciplina ciência de uma forma simples e divertida.