15/11/2018

As flores perdidas de Alice Hart, de Holly Ringland


Opinião:
‘As Flores Perdidas de Alice Hart’, o romance de estreia de Holly Ringland é maravilhoso. É impossível ficar-se indiferente à capa, às gravuras no interior do livro, à autora pela sua excentricidade, mas em especial a esta narrativa, são descrições que se vão tornar um cliché, mas é que é mesmo muito bonito.
Referente à sua história, é sobre a vida de Alice Hart, uma jovem australiana, e podemos dizer que a mesma se divide em três partes, inicia-se quando ela tem nove anos, depois na adolescência e prolonga-se até à idade adulta. Alice não tem uma infância fácil, tem um pai violento, que a maltrata, mas em especial à mãe, e é precisamente nesta idade que a sua vida dá uma reviravolta, após uma tragédia, tem que ir viver com a avó paterna de quem desconhecia a sua existência, vive numa quinta de cultivo de flores, mas é muito mais do que isso, é um abrigo para mulheres. E é aqui que Alice se vai curar de os traumas de infância, mas também é neste lugar que vai tentar descobrir segredos de família, segredos esses que a fazem ir em busca da sua própria identidade, e daquilo que ela quer para si. Na última parte da história em que Alice toma certas decisões, confesso que houve alturas que me apeteceu abanar a personagem por causa de certas atitudes, mas depois pensava na sua infância e entendia que certos traumas ficam enraizados na pessoa. 
Como primeiro livro a autora conseguiu algo incrível, além de uma escrita praticamente irrepreensível, construiu uma história sobre família, perda, violência domestica, segredos, absolutamente enternecedora, através da forma como está contada, e construiu personagens tocantes com todas as suas qualidades e defeitos, que nos envolvem emocionalmente, até os cães que fazem parte da vida de Alice têm destaque.
Aliado a isso tudo, incorpora no livro em cada capitulo, flores típicas do país com todo o seu simbolismo e significado, lindíssimo, para não falar das descrições das paisagens e lugares da Austrália um país que gostava imenso de conhecer.
Em suma ‘As Flores Perdidas de Alice Hart’, é um livro com uma história arrebatadora, comovente, emotiva, provoca-nos um misto de emoções muito grande, faz-nos ficar tristes e revoltados, mas por outro lado deliciados com todo o seu enredo, é claro que só posso recomendar que o leiam.



0 comentários: